https://alba.ac.mz/index.php/alba/issue/feed ALBA - ISFIC Research and Science Journal 2024-03-30T00:00:00+00:00 ALBA - ISFIC RESEARCH AND SCIENCE JOURNAL alba@isfic.ac.mz Open Journal Systems <p><strong>ALBA</strong> é uma publicação semestral do <strong>Instituto Superior de Formação, Investigação e Ciência</strong> - <strong>ISFIC</strong> que se centra em áreas de Ciências Sociais, Negócios, Direito e outras que tenham conteúdos de interesse relevante.</p> <p>Para todos números a disponibilizar ao público, a política de revisão por pares da ALBA obedecerá o sistema pares-duplo cego, isto é, nenhum parecerista saberá o nome do autor do artigo ou resumo e vice-versa.</p> <p><strong>ISSN ALBA VERSÃO ONLINE: 3006 - 2470</strong></p> <p><strong>ISSN ALBA VERSÃO IMPRESSA: 3006 - 2489</strong></p> https://alba.ac.mz/index.php/alba/article/view/131 AVALIAÇÃO DO NÍVEL DE REEMBOLSO DO FUNDO DE DESENVOLVIMENTO DISTRITAL EM MARRACUENE 2023-10-31T20:13:51+00:00 Márcia Paulino Chirrime marcia.chirrime4@gmail.com Zaida Matola matola.zaza@gmail.com <p>O presente artigo apresenta os resultados da dissertação de mestrado em Finanças públicas, subordinado ao tema avaliação do nível de reembolso do fundo do desenvolvimento do distrito em Marracuene (FDD), cujo objectivo é avaliar o nível de reembolso do valor alocado aos mutuários do fundo do desenvolvimento distrital. A questão que orientou a pesquisa foi “até que nível o fundo de desenvolvimento do distrito tem sido reembolsado pelos mutuários?” Para dar resposta a esta pergunta optou-se pelo modelo dedutivo numa abordagem qualitativa. Recorrendo ao paradigma interpretativo e foram selecionados dez sujeitos de pesquisa através da entrevista semi-estruturada. O estudo trouxe a seguinte conclusão o nível de reembolso do fundo de desenvolvimento no distrito de Marracuene é de 10%, considerado muito baixo, para alcance dos objectivos associados ao projecto. Recomenda-se Auditoria pública para verificar os factores de insucesso do FDD.</p> 2024-04-02T00:00:00+00:00 Direitos de Autor (c) 2024 Márcia Paulino Chirrime, Zaida Matola https://alba.ac.mz/index.php/alba/article/view/103 A NOVA ECONOMIA INSTITUCIONAL NA LUSOFONIA ESTUDO COMPARATIVO ENTRE ANGOLA, SÃO TOME E PRÍNCIPE E MOÇAMBIQUE 2023-10-26T11:58:02+00:00 Maria Helena Catarina Bicudo Abdul milenabdul1@gmail.com <p>Este artigo tem como objectivo compreender o cenário das instituições sócio-económicas nos países da lusofonia, essencialmente Angola, São Tomé e Príncipe e Moçambique. Adicionalmente, busca-se identificar desafios e oportunidades para o aprimoramento das instituições e para o fortalecimento de uma economia mais resiliente, inovadora e sustentável nesses países. Adoptou-se em termos metodológicos, um estudo bibliográfico, fez-se uma revisão literária, de vários autores contemporâneos nacionais e internacionais, documentos oficiais que culminaram numa metodologia de análise de conteúdo. Os resultados revelaram que as instituições tem um papel fundamental nas relações económicas facilitando as escolhas dos tomadores de decisões. O crescimento económico sustentável é o resultado das instituições inclusivas, políticas e económicas. A realidade de países estudados (Angola, São Tomé e Principe e Moçambique) é caracterizada por semelhanças em termos de avaliação da situação socio-economica. Constatando-se uma precariedade nas condições de vida da população. Concluindo-se que as instituições são deficientes prelavecendo a corrupção, fraca intervenção dos orgãos judiciais, defice ao acesso a serviços básicos como educação, saúde, dificil acesso a habitação para a população jovem. Algumas iniciativas para melhoria da realidades destes países passariam por fortalecer o sistema judicial e tornar-se mais independente do poder executivo, promover-se a descentralização em diferentes vertentes e reforço das instituições de controlo e combate a corrupção.</p> 2024-03-31T00:00:00+00:00 Direitos de Autor (c) 2024 Maria Helena Catarina Bicudo Abdul https://alba.ac.mz/index.php/alba/article/view/144 O SECTOR INFORMAL E QUALIDADE DE SERVIÇOS PRESTADOS AO CONSUMIDOR NA PROVÍNCIA DE MANICA 2023-11-15T23:24:40+00:00 David Chale dcchale644@gmail.com Apoio Romão Bacalhane david.chale@yahoo.com.br <p>A província de Manica e o país em geral, nestes últimos tempos, têm sido vítimas de práticas desonestas perpetradas pelo sector informal ao vender e prestar serviços ao consumidor. Fazem parte de vendedores desonestos, devidamente identificados, vendedores de fruta localmente produzida (banana, abacate, laranja, etc), vendedores de carvão vegetal e produtores de mobília manufacturada a partir da madeira local. Estudar a contribuição do sector informal para avaliar a qualidade de serviços prestados ao consumidor na província de Manica é, sem dúvidas, abrir um campo para mais estudos sobre o tema, academicamente, relevante e da actualidade. Em face desta problemática, a AFAMO como agremiação ligada à pesquisas científicas, em defesa do consumidor, achou conveniente, estudar o fenómeno desonesto para encontrar a principal razão que desconforta os consumidores da Província de Manica. A análise dos resultados da pesquisa a ser levada a cabo neste trabalho foi feita a partir da aplicação do método qualitativo, consubstanciado na recolha de dados via entrevistas semi-estruturadas, seleccionando os entrevistados por conveniência. Neste estudo, constatou-se que a opção de praticar o comércio informal de produtos agro-florestais foi influenciada por factores económicos e sociais que dividem os vendedores informais que buscam a sobrevivência e os que procuram gerar riqueza. As relações sociais no seio dos vendedores informais são de inter-ajuda e reciprocidade. A venda de produtos agro-florestais praticada pelos vendedores informais gera benefícios económicos, sociais, culturais, políticos e ambientais que permitem melhorar a sua qualidade de vida. Os outros vêm os seus benefícios abaixo da linha da sobrevivência, porque os seus ganhos económicos são limitados devido a desonestidade no exercício da actividade comercial. A elaboração deste artigo científico, fundamentalmente, baseado no esforço conjugado entre académicos, autoridade local e governamental tem como pano de fundo, desencorajar a proliferação do fenómeno que estingue o conceito “qualidade” na República de Moçambique.</p> 2024-03-31T00:00:00+00:00 Direitos de Autor (c) 2024 David Chale, Apoio Romão Bacalhane https://alba.ac.mz/index.php/alba/article/view/147 PREPARAÇÃO DOCENTE NO DESENVOLVIMENTO DAS COMPETÊNCIAIS NO INSTITUTO SUPERIOR DE CIÊNCIAS POLICIAIS E CRIMINAIS LUANDA 2023-11-05T11:21:20+00:00 Noé Sozinho nssd@live.com.pt <p>O presente artigo aborda preparação docente no desenvolvimento das competências do docente: Um estudo de caso no instituto superior de ciências policiais e criminais em Luanda. A cada ano, no exercício das funções, nos deparamos constantemente com professores que possuem dificuldades em transmitir conhecimentos. Tendo em conta os princípios pedagógicos. Uma realidade que condiciona a fraca produção científica e fraco desempenho dos cadetes. O objectivo desta pesquisa centra - se em apresentarmos estratégias na possibilidade de contornarmos a realidade vigente no instituto. Trata-se de um estudo com abordagem qualitativa. A técnica que foi utilizada é a de entrevista aprofundada. Os dados foram tratados tendo em conta a análise de dados. A pesquisa concluiu que o desenvolvimento da competência docente deve ser um processo contínuo que requer um esforço constante por parte dos professores. A preparação docente é um passo fundamental para o desenvolvimento da competência do docente. Os professores devem ser submetidos ao acompanhamento e monitoramento constante na melhoria da acção docente. Estamos emboídos no século das incertezas as mudanças que obriga-nos a repensar novos caminhos. O processo educativo não foge a regra. O desenvolvimento de um país está assente nos parâmetros da qualidade da educação. Daí afirma-se que não se pode imaginar um futuro para a humanidade sem os educadores. Portanto, a preparação docente no instituto superior de ciências policiais e criminais em Luanda, deve ser centrada no desenvolvimento das competências específicas necessárias para o exercício da docência na área policial e criminal. Tendo em conta os objectivos da instituição.</p> 2024-03-31T00:00:00+00:00 Direitos de Autor (c) 2024 Noé Sozinho https://alba.ac.mz/index.php/alba/article/view/121 GESTÃO DOS RECURSOS HÍDRICOS E DO SANEAMENTO EM ANGOLA, CASO DE ESTUDO PROVÍNCIA DE LUANDA, PERÍODO 2020-2022 2023-11-04T22:22:36+00:00 OLIVIO SACAIA FERNANDO sacaiaolivio@gmail.com <p>Esta pesquisa teve como objectivo conhecer como o processo de Gestão dos Recursos Hídricos e do Saneamento, e de forma específica: compreender os canais e métodos utilizados, verificar o tipo de tratamento dado a água e aos resíduos antes e depois de utilizados, conhecer as vantagens do modelo de gestão de recursos hídricos e do Saneamento Francês, Holandês, Alemão em relação ao Angolano, identificar os principais problemas e apresentar propostas de soluções. O método utilizado foi a pesquisa explicativa, com abordagem qualitativa e quantitativa, recurso bibliográfico e documental, delimitado a um estudo de caso. Os resultados apurados foram satisfatórios uma vez que Luanda faz a gestão dos recursos hídricos captando a água a partir dos rios Zenza e Kwanza ao passo que mais dos 70% dos resíduos recolhidos não são reciclados. Apresentamos a ideia da implementação da proposta do rio artificial - Projecto “Rio Luanda” trazendo para o interior dos municípios um corpo de água que esteja disponível para usos diversos, valorize o espaço urbano, turismo e albergue as águas pluviométricas em casos de inundações. Quanto ao saneamento, a necessidade de construção de um novo aterro sanitário na zona Sul, a interligação das valas de macro-drenagem, a municipalização do Serviço de Gestão dos recursos hídricos e do Saneamento com particular incidência para a gestão das bacias hidrográficas, a utilização dos instrumentos de gestão eficazes nos aterros sanitários, CD´s e nas valas de macro-drenagem é um objectivo a alcançar com envolvimento dos stakeholders.</p> 2024-03-31T00:00:00+00:00 Direitos de Autor (c) 2024 OLIVIO SACAIA FERNANDO https://alba.ac.mz/index.php/alba/article/view/50 ANÁLISE DO PESO RELATIVO E DO EIXO TOTAL DOS INDICADORES/DIMENSÕES DO SISTEMA DE CONTROLO INTERNO NAS INSTITUIÇÕES DO ENSINO SUPERIOR EM MOÇAMBIQUE, NO PERÍODO DE 2018 A 2020 2023-10-15T19:07:43+00:00 Natalia Graziano nataliavb77@gmail.com <p>O presente estudo buscou investigar o peso relativo e o eixo total dos indicadores/dimensões, do sistema de controlo interno, objectivando determinar a influência de cada variável em cada dimensão e o tipo de arranjo que seria observado relativamente aos feitos dos requisitos do controlo interno. Para o efeito, um total de 59 sujeitos (39 masculinos e 20 femininos), representando três universidades de Moçambique, nomeadamente a Universidade Pedagógica de Maputo, com 21 sujeitos, a Universidade Eduardo Mondlane, com 20 sujeitos e a Universidade Licungo, com 18 sujeitos, participou do estudo. Para a recolha de dados foi administrado um inquérito por questionário de perguntas fechadas. Para o efeito, foi usada a escala de medida de Likert de cinco pontos. Os dados foram analisados no programa estatístico SPSS, 21.0, com o nível de significância de 5%. Os pressupostos da normalidade de dados foram verificados através do teste de Kolmogorov-Smirnov. As análises foram feitas usando médias, desvios padrão e percentagens. Do trabalho concluiu-se que a informação e comunicação, bem como a monitorização e controlo, foram consideradas ferramentas com influência bastante positiva e que, por isso, deviam ser exercidos de forma eficiente e eficaz por especialistas da instituição em suas actividades do dia-a-dia.</p> 2024-04-02T00:00:00+00:00 Direitos de Autor (c) 2024 Natalia Graziano https://alba.ac.mz/index.php/alba/article/view/94 INFLUÊNCIA DE AUDITORIA INTERNA NO DESEMPENHO ORGANIZACIONAL DAS PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS (PME’S) EM MOÇAMBIQUE 2023-10-25T20:59:13+00:00 Pedro José Miguel muendanepedro@gmail.com Hermenegildo Maria Tinosse Muvale hermenegildo.muvale@gmail.com Adija Micaela Alfredo mica.alfredo@yahoo.com.br <p>A auditoria interna é uma ferramenta estratégica voltada para trazer confiabilidade e credibilidade às informações e movimentações contabilísticas da empresa, no entanto, é muito utilizada na prevenção de erros e fraudes. O estudo visa analisar a influência de auditoria interna no desempenho organizacional. A viabilização tornou-se possível por meio de métodos documental, bibliográfico, estatístico que também serviram de método de análise. Foi igualmente utilizada uma abordagem exploratória e um delineamento de estudo de caso com ênfase na abordagem qualitativa baseado na aplicação do questionário a 7 colaboradores e entrevista a 2 gestores da empresa Jacofil, Lda (2020-2021). E os resultados mostram que a auditoria interna contribui fortemente no desempenho organizacional, uma vez que devidamente implementada, ajuda a examinar a integridade, a eficácia e a adequação dos controlos internos e dos dados financeiros, contábeis e operacionais da empresa, evitando ou combatendo fraudes, erros e irregularidades praticadas por colaboradores da empresa.</p> 2024-04-02T00:00:00+00:00 Direitos de Autor (c) 2024 Pedro José Miguel, Hermenegildo Maria Tinosse Muvale, Adija Micaela Alfredo https://alba.ac.mz/index.php/alba/article/view/150 IMPACTO DO ABSENTISMO LABORAL DOS TRABALHADORES NA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE QUALIDADE NAS ORGANIZAÇÕES: UM ESTUDO DE CASO DO CORREDOR LOGÍSTICO E INTEGRADO DE NACALA 2023-11-15T23:38:12+00:00 NELSON MUSSA nelsondasilva14@yahoo.com.br Dércio dos Santos Teresa Abreu mwalimuabreu01.2020@gmail.com <p>O presente trabalho se propôs a analisar o “Impacto do absentismo laboral dos trabalhadores na prestação de serviços de qualidade nas organizações: um estudo de caso do Corredor Logístico e Integrado de Nacala”. O absentismo é a falta do trabalhador no local de trabalho. O absentismo é complexo, podendo derivar de diferentes causas, e uma delas está relacionado com a postura dos líderes directos dos trabalhadores e a forma como estes tratam os seus subordinados. O trabalho teve como objectivo geral: Compreender o impacto do absentismo laboral na prestação dos serviços de qualidade prestados no Corredor Logístico e Integrado de Nacala. Para responder o objectivo, foi colocada a seguinte questão de partida: qual é o impacto do absentismo laboral dos trabalhadores na prestação de serviços de qualidade à empresa Corredor Logístico e Integrado de Nacala? Para efectivação do estudo, foi adoptada pesquisa qualitativa, descritiva e de campo, e para colecta de dados nos servimos de entrevista semi- estruturada a dez trabalhadores de diferentes funções de entre eles: Maquinistas, Auxiliares de Maquinistas, Técnicos de Controlo de Processos, Supervisores e Recursos Humanos.</p> 2024-03-31T00:00:00+00:00 Direitos de Autor (c) 2024 NELSON MUSSA, Dércio dos Santos Teresa Abreu https://alba.ac.mz/index.php/alba/article/view/56 COMO AS CERVEJARIAS ARTESANAIS DE BELO HORIZONTE (MG) INOVAM? 2023-10-19T18:22:03+00:00 João Francisco Sarno Carvalho joao.sarno@ifsuldeminas.edu.br Sheldon William Silva sheldonwilliamsilva@gmail.com João Leandro Cássio de Oliveira jlc.oliveira@gmail.com Wesley Rodrigues Bergue Bergue euwesleybergue@gmail.com <p>O mercado de cervejarias artesanais cresce exponencialmente no Brasil e a cidade de Belo Horizonte (MG) destaca-se no país pelo número de cervejarias registadas e pela quantidade de novos estilos de cerveja produzidos. Frente a este cenário, este artigo buscou investigar como as cervejarias artesanais de Belo Horizonte inovam. Para ascender ao objetivo proposto realizou-se pesquisa qualitativa-descritiva com emprego de roteiro de entrevista semiestruturado destinado aos proprietários de cervejarias artesanais e mestres cervejeiros. Os resultados encontrados mostram que os cervejeiros artesanais inovam a partir de determinantes de inovação tecnológica económicos e gerenciais, tais como: criactividade; acesso à mão de obra especializada; relacionamento com clientes; gestão de pessoas; papel da ciência e da tecnologia (technology-push); apropriabilidade dos frutos da inovação; oportunidades tecnológicas, cumulatividade e demanda.</p> 2024-03-31T00:00:00+00:00 Direitos de Autor (c) 2024 João Francisco Sarno Carvalho, Sheldon William Silva, João Leandro Cássio de Oliveira, Wesley Rodrigues Bergue https://alba.ac.mz/index.php/alba/article/view/126 ANÁLISE DO GRAU DA GESTÃO DO CONHECIMENTO NA ELECTRICIDADE DE MOÇAMBIQUE 2023-11-04T21:18:27+00:00 Anacleto Albino albinoanacleto9@gmail.com Fernando Hausse Chachaia fchachaia@gmail.com <p>O propósito deste artigo é analisar o grau de aplicação da gestão do conhecimento na electricidade de Moçambique na cidade do Maputo. Nesse caso, no decorrer da investigação, vai se dar destaque no modo como se realiza nestas empresas a análise da aplicação dos factores determinantes tais como a identificação, captura, selecção, validação, organização, armazenamento, partilha, criação e aplicação de um determinado tipo de conhecimento para que uma empresa que se baseia na gestão do conhecimento se possa se situar numa posição de vantagem competitiva relativamente as empresas que não aplicam ainda a gestão do conhecimento, preferindo a aplicação da forma tradicional de gestão de suas empresas. Em adição aos factores determinantes tem que se considerar que as empresas que se baseiam na gestão do conhecimento priorizarem bastante um sistema de conhecimento compartilhado, no qual colaboradores, tecnologias e processos são harmonizados de modo a convergir na disseminação do uso do conhecimento por todos internamente e externamente aos seus sectores de trabalho, inclusive externamente a estes sectores e as respectivas empresas. A forma de materializar o projecto de pesquisa é através da condução de uma pesquisa de natureza empírica analítica com uma abordagem quantitativa dos dados já existentes nos manuais e relatórios da empresa assim como no survey dos dados primários do caso em estudo. A colecta de dados vai ser realizada nos diversos Departamentos da empresa em Maputo mediante a aplicação de um questionário electrónico e uma entrevista aos trabalhadores. A partir dos dados colectados vai se realizar análises estatísticas através do programa informático spss, Statistical Package for the Social Science, que vão fornecer resultados para que se possa chegar à conclusão da aferição da análise do grau da gestão do conhecimento relativamente ao recomendado pelas normas padronizadas na realização de diversas actividades do dia-a-dia pelos trabalhadores.</p> 2024-03-31T00:00:00+00:00 Direitos de Autor (c) 2024 Anacleto Albino, Fernando Hausse Chachaia https://alba.ac.mz/index.php/alba/article/view/124 GESTÃO DA REACTIVAÇÃO DO LABORATÓRIO PÚBLICO DE TÉCNICA DE ALTA TENSÃO DA UNIVERSIDADE EDUARDO MONDLANE 2023-11-04T21:15:48+00:00 Anacleto João Albino albinoanacleto9@gmail.com Fernando Hausse Chachaia fchachaia@gmail.com <p>A avaliação da qualidade dos equipamentos de alta tensão, tem uma extrema importância nos sistemas de potência. Esta avaliação deve ser feita em ambientes de laboratórios devidamente equipados. A actual pesquisa tem como finalidade: a reactivação do laboratório de alta tensão do departamento de engenharia electrotécnica, para permitir adequação do processo de ensino e aprendizagem nas disciplinas do curso de engenharia eléctrica, e não só, também para ensaios de alta tensão em dados que vão permitir a definição da situação geral dos equipamentos existentes, o que tornou possível dimensionar geradores de altas tensões para ensaios em corrente equipamentos industriais, cuja aplicabilidade, é para os sistemas de potência. Assim, através de um trabalho contínuo de investigação realizado no laboratório foi feita a recolha de dados em alternada, contínua e impulsiva. A realização deste trabalho recorreu à pesquisa quantitativa-experimental, onde foram usados simuladores PSCAD e MATLAB, para analisar a conformidade dos geradores dimensionados. Os parâmetros de laboratório conseguidos na pesquisa melhorarão a realização de ensaios de rotinas usando tensões mais elevadas de correntes alternadas, para investigar o comportamento do dieléctrico de isolamento usando tensões de corrente contínua e impulsiva, que figuram como simulações mais comuns para testar a capacidade dos equipamentos em sistemas de potência de suportar as sobretensões de tensões impulsivas. Assim, os geradores obtidos nas simulações com base em MATLAB apresentam resultados normalizados para serem usados em aulas laboratoriais e também como campo de investigação de equipamentos das empresas de energia eléctrica no País.</p> 2024-03-31T00:00:00+00:00 Direitos de Autor (c) 2024 Anacleto João Albino, Fernando Hausse Chachaia https://alba.ac.mz/index.php/alba/article/view/130 IMPACTO DA GESTÃO DE EVENTOS ACADÉMICOS SUSTENTÁVEIS: DESAFIOS E PERSPECTIVAS. 2023-10-31T18:02:13+00:00 José Elias Machado jchamado@gmail.com <p>O artigo analisa o impacto da gestão de eventos académicos sustentáveis, destacando os desafios e perspectivas. Eventos académicos têm gerado impactos negativos no meio ambiente, mas a gestão sustentável aparece para mitigar esses efeitos. Eventos desempenham papel fundamental na promoção de pesquisas e interação académica, minimizam o impacto ambiental por meio de práticas ecológicas. A pesquisa identificou desafios: resistência à mudança, custos iniciais elevados, falta de consciência sobre práticas sustentáveis e barreiras institucionais. Superar esses obstáculos requer consciencialização, educação e traçar políticas institucionais pró-sustentabilidade. As perspectivas são óptimas, à medida que a consciencialização sobre mudanças climáticas e o uso generalizado da tecnologia facilitam o monitoramento e a redução do consumo de recursos. Incentiva as instituições a adoptar práticas sustentáveis em eventos académicos, proporcionando um meio ambiente saudável. Impacto de práticas sustentáveis: redução do impacto ambiental, economia financeira, promoção da reputação da instituição de ensino e educação sobre sustentabilidade.</p> 2024-03-31T00:00:00+00:00 Direitos de Autor (c) 2024 José Elias Machado https://alba.ac.mz/index.php/alba/article/view/71 A RESPONSABILIDADE DOS GOVERNANTES DA AUTORIDADE TRIBUTÁRIA DE MOÇAMBIQUE 2023-11-03T17:25:24+00:00 David Armando Ernesto Jovo davidjovo@gmail.com Raimundo Alfândega Mateco raimundomateco@gmail.com <p>A pesquisa é acerca da responsabilidade dos governantes da Autoridade Tributária de Moçambique. Constitui problema de pesquisa: será que há responsabilização dos governantes da Autoridade Tributária de Moçambique de 2015 a 2019? O objectivo geral é, analisar a responsabilidade dos governantes; são objectivos específicos: identificar os governantes&nbsp;da Autoridade Tributária de Moçambique, compreender a responsabilidade dos governantes e analisar a responsabilidade dos governantes. A pesquisa é qualitativa, quanto aos fins é descritiva, que consistiu na busca de limites do conhecimento perante uma lacuna teórica, serviu-se de pesquisa bibliográfica usando a técnica de entrevistas a quinze governantes da Autoridade Tributária Moçambique o que contribuiu para obter informações acerca de: se o fiscal tem de fazer corrupção para alimentar alguns dirigentes e sobre se os sujeitos passivos cometem fraude e evasão fiscal por haver espaço para negociar. Concluiu-se que os governantes da Autoridade Tributária de Moçambique recebem gorjetas ilícitas dos fiscais contribuindo para a perda de receitas fiscais em detrimento do erário público. Outrossim, a corrupção é endémica. A Procuradora-Geral da República manifestar a necessidade de o Estado ser pujante na neutralização e punição dos criminosos económicos e financeiros contra o erário público e; reparação dos prejuízos provocados a nação demostrando que a situação atingiu proporções alarmantes.&nbsp;Aos governantes prevaricadores, que lhes sejam responsabilizados administrativa e criminalmente.</p> 2024-04-02T00:00:00+00:00 Direitos de Autor (c) 2024 David Armando Ernesto Jovo, Raimundo Alfândega Mateco https://alba.ac.mz/index.php/alba/article/view/100 A SUSTENTABILIDADE DAS PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS (PMES) COMO FERRAMENTA PARA O CRESCIMENTO ECONÓMICO DE MOÇAMBIQUE 2024-03-25T17:52:42+00:00 Stélio Bila sbila4@gmail.com <p>A pesquisa centra-se na análise da sustentabilidade das Pequenas e Médias Empresas (PMEs) como ferramenta essencial para o crescimento económico de Moçambiques. O uso da técnica de bootstrap sugere maior precisão e estabilidade nas estimativas. O propósito deste estudo é entender o impacto de diferentes variáveis independentes em variáveis dependentes. Para tal, foi realizada uma análise estatística utilizando a técnica de reamostragem bootstrap, com o objectivo de avaliar as relações e verificar a estabilidade das estimativas. Os resultados mostraram que muitas das relações foram consideradas estatisticamente significativas. Além disso, o viés foi abordado para avaliar a consistência dessas estimativas. Como principal conclusão, destaca-se que a técnica de reamostragem bootstrap fornece uma avaliação precisa e estável das relações entre variáveis; contudo, é essencial considerar o viés para garantir a qualidade das estimativas.</p> 2024-04-02T00:00:00+00:00 Direitos de Autor (c) 2024 Stélio Bila https://alba.ac.mz/index.php/alba/article/view/146 INFORMALIDADE VS MODO DE VIDA DOS MEMBROS DE PLACAS DE TÁXI EM LUANDA 2023-11-03T20:44:57+00:00 PAULO LUCAS joao.sarno@ifsuldeminas.edu.br <p>O Estudo aborda a economia informal em Luanda. O principal objectivo é compreender a funcionalidade económica das placas de táxis (paragens de táxis), analisar a sua percepção em relação ao seu trabalho de modo que com a subida dos combustíveis e aferir o seu conhecimento em temas ligados à economia. É um estudo quantitativo, com aplicação de inquérito por questionário. Entre os resultados, destaca-se o facto da placa de táxi, apesar da precariedade e informalidade emprega maioritariamente jovens; há uma organização peculiar na placa, aonde as funções são estritamente delimitadas; grande parte dos jovens das placas vivem maritalmente com e possuem filhos; Vivem preferencialmente nos arredores da placa para facilitar a deslocação e minimizar custos; a maior parte tem apenas o nível de escolaridade elementar até a 6ª classe, o que dificulta a estar no emprego formal e entender questões de economia; o não domínio de aspectos económicos e têm uma vida mais pobre.</p> 2024-03-31T00:00:00+00:00 Direitos de Autor (c) 2024 PAULO LUCAS https://alba.ac.mz/index.php/alba/article/view/96 CAUSAS DA MORTALIDADE DAS MICRO, PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS EM MOÇAMBIQUE 2023-10-25T21:26:26+00:00 Fabiao Paulo Adriano Liasse Liasse fliasse@gmail.com Auguso Chipenembe augustochipe2070@gmail.com Isaías Sitoe isaias.sitoe@gmail.com <p>O presente trabalho procura compreender as principais razões que conduzem a mortalidade precoce das Micro, Pequenas e Médias Empresas em Moçambique. Para atender a este objectivo, estabeleceu-se um estudo com abordagem qualitativa, que, quanto aos objectivos, é explicativo, suportado em procedimentos de revisão bibliográfica. A avaliação do ambiente de negócios no país, apresenta uma diversidade de constrangimentos que bloqueiam o crescimento e consolidação das MPME’s, a saber: i) excessivas barreiras reguladoras; ii) elevado custo de financiamento e a sua limitação; iii) fraca qualificação da mão-de-obra; iv) carga fiscal excessiva e custo elevado de pagamento de impostos; v) deficiente acesso aos mercados; vi) falta de ligações horizontais e verticais entre as empresas, e; vii) baixo espírito empreendedor. Os resultados da pesquisa apontam que o governo moçambicano deve criar facilidades para a promoção e sobrevivência das MPME’s, principalmente na componente redução de impostos.</p> 2024-03-31T00:00:00+00:00 Direitos de Autor (c) 2024 Fabiao Paulo Adriano Liasse Liasse, Chipenembe, Isaías Sitoe https://alba.ac.mz/index.php/alba/article/view/79 DADOS SENSÍVEIS E A SEGURANÇA DE INFORMAÇÃO 2023-10-30T22:53:23+00:00 Nsitukemba Vieira Viegas nsitukemba.vieiras.viegas@atlantico.ao Katy Fernandes fernandeskaty8@gmail.com <p>Com o aumento de ataques no Ciberespaço, os dados pessoais passaram a ser o alvo principal e hoje, mais do que nunca, a Cibersegurança e a manutenção de um espaço digital resiliente são objectivos de qualquer estado que pretende ver o seu cidadão protegido (cidadania digital), imbuído dos seus direitos e sujeitos de proteção de direitos. O espaço de liberdade permitida e possibilitado no mundo digital tem impactos na realidade das pessoas, pelo que, a protecção dos indivíduos verdadeiramente integral e efectivam deve abarcar a esfera digital. Dai que, a segurança de informação tornou-se um desígnio e um desiderato a ser perseguida pelos estados e isso implica além da criação, alteração e adaptação de medidas legislativas, mas sobretudo da melhoria das medidas de segurança que sejam implementadas e da forma como são executadas, a fim de preservar os direitos humanos e fundamentais das Cite zens (Cidadãos digitais).</p> 2024-03-31T00:00:00+00:00 Direitos de Autor (c) 2024 Nsitukemba Vieira Viegas, Katy Fernandes https://alba.ac.mz/index.php/alba/article/view/70 USTM – 19 ANOS DEPOIS: REALIZAÇÕES, DESAFIOS E PERSPECTIVAS NO PROCESSO DE ENSINO E APRENDIZAGEM 2023-10-24T21:49:19+00:00 Stélio Bila sbila4@gmail.com <p>A Universidade São Tomás de Moçambique (USTM) situa-se num ambiente educacional em constante evolução, representando um pilar central no cenário educacional moçambicano pós-independência. Apesar da sua relevância, há uma lacuna na literatura que aborda a intersecção da USTM com a teoria institucional e a teoria da resiliência organizacional, e como isso influencia a sua trajectória e práticas educacionais. Nesse sentido, a presente pesquisa objectiva analisar a trajectória da USTM, considerando as pressões isomórficas e a sua capacidade de resiliência diante das adversidades, permitindo uma compreensão mais aprofundada do seu papel e impacto em Moçambique. Para o efeito, foi realizada uma análise qualitativa, ancorada em revisões de literatura e teorias propostas, embora detalhes quantitativos e hipóteses específicas não tenham sido explicitados adequadamente, por se tratar de um estudo exploratório. Ainda assim, foi utilizado o RStudio como ferramenta de análise para a manipuilação de dados relevantes. Os resultados preliminares demonstram uma notável capacidade de adaptação e inovação da USTM diante dos desafios, consolidando-se como uma instituição-chave em Moçambique, equilibrando normas internacionais com realidades locais. Portanto, a USTM, ao integrar princípios da teoria institucional e da resiliência organizacional, consolida-se como um exemplo de adaptabilidade e inovação no ensino superior em Moçambique, merecendo atenção contínua e investigação adicional para garantir a sua sustentabilidade e impacto contínuos.</p> 2024-03-31T00:00:00+00:00 Direitos de Autor (c) 2024 Stélio Bila https://alba.ac.mz/index.php/alba/article/view/125 ANÁLISE DA VIABILIDADE DA GESTÃO AUTOMÁTICA DE ENERGIA ELÉCTRICA NA CAPITAL STAR STEEL, SA 2023-11-04T21:17:03+00:00 Anacleto João Albino albinoanacleto9@gmail.com Fernando Hausse Chachaia fchachaia@gmail.com <p>O foco principal é gerir ou controlar de forma automática as cargas que consomem energia eléctrica com o objectivo de reduzir as perdas sobretudo em estágios de não produção. Para tal, foi elaborado a seguinte pesquisa: Análise da viabilidade da gestão automática de energia eléctrica na Capital Star Steel, SA com o uso de sistemas de supervisão e controlo. Como forma de automatizar o controlo dos processos, foi proposto a utilização de controladores lógicos programáveis, onde se pode programar todo o processo industrial e consequentemente prever os períodos de inoperabilidade de certos equipamentos com o intuito de tirar estes da rede de energia eléctrica. O estudo de caso foi realizado na Capital Star Steel, uma empresa sediada em Beleluane cuja função é a produção de tubos de aço. Ambientalmente pode se afirmar que com a introdução do controlo automático de processos industriais e consequentemente gestão ambiental, no chão da fábrica poder-se-á reduzir de forma significativa a emissão do calor, bem como a redução do ruído causado pelas máquinas em funcionamento. Conforme os dados fornecidos pela empresa, o consumo médio diário de energia eléctrica é de 1005,8 kWh. O que em termos monetários constitui um total de 4.807,724 MT (quatro milhões, oitocentos e sete meticais e setecentos e vinte e quatro cêntimos). Com a introdução do sistema de Gestão de energia, proposto pelo autor, o consumo médio de energia ao dia é de 734.23 kWh, que constitui uma redução de 27% quando comparado com o consumo actual. Portanto, chegou-se a conclusão de que a gestão automatizada de energia eléctrica tem grande impacto para a economia da empresa.</p> 2024-03-31T00:00:00+00:00 Direitos de Autor (c) 2024 Anacleto João Albino, Fernando Hausse Chachaia https://alba.ac.mz/index.php/alba/article/view/184 OS EFEITOS DA COVID-19 NA GESTÃO: O DOWNSIZING NA EMPRESA J&J TRANSPORTES - MOÇAMBIQUE 2024-03-26T00:23:06+00:00 Nicolau Miguel Armando narmando@unilicungo.ac.mz Holen Dama holenjulius@gmail.com Imraan Bahadur ibahadur@unilicungo.ac.mz <p>A presente pesquisa visa analisar um dos efeitos que a Pandemia da Covid-19 trouxe ao mundo empresarial, especificamente a adopção da estratégia do Downsizing, pela empresa privada J&amp;J Transportes, Lda, como uma das respostas para minimizar as consequências económicas na mesma. Com a adopção da reestruturação por meio do Downsizing ocorreram despedimentos, e congelamento de contratações, afectando a produtividade da empresa, e as condições financeiras dos colaboradores. Nesse contexto, a pesquisa pretende objectivamente, analisar os efeitos positivos e negativos decorrentes da implementação da estratégia do downsizing na J&amp;J Transportes-Beira. Metodologicamente, a pesquisa é qualitativa, e os dados foram colectados por meio de entrevistas semi-estruturadas. Os resultados indicam que a estratégia de downsizing trouxe efeitos positivos como a possibilidade de crescimento profissional e a adaptação a novos papéis, enquanto os efeitos negativos, foram o menor suporte profissional, ansiedade sobre a permanência na empresa e a falta de transparência na comunicação. A pesquisa sugere a melhoria da comunicação interna, para reduzir a ansiedade e incerteza entre os colaboradores, fortalecendo a confiança na gestão; garantir que os colaboradores tenham o suporte necessário para lidar com as mudanças, por meio de treinamentos, e programas de desenvolvimento.</p> 2024-04-02T00:00:00+00:00 Direitos de Autor (c) 2024 Nicolau Miguel Armando, Holen Dama, Imraan Bahadur https://alba.ac.mz/index.php/alba/article/view/122 TRANSFORMAÇÃO DO MODELO DE GESTÃO DE EMPRESAS MOÇAMBICANAS COM INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL DESAFIOS E PERSPECTIVAS 2023-10-31T13:33:20+00:00 José Elias Machado jchamado@gmail.com <p>A Inteligência Artificial está desempenhando papel fundamental na evolução da gestão empresarial em Moçambique e no mundo. Este resumo objectiva analisar o impacto da adopção da IA nas empresas moçambicanas, enfatizando os desafios e perspectivas. Impacta na gestão: Aprimora a tomada de decisões, aumenta a eficiência operacional, reduz custos; estimula a inovação; automatiza tarefas rotineiras; melhora o atendimento ao cliente A adopção da IA enfrenta desafios em Moçambique, como infraestruturas tecnológicas limitadas, escassez de profissionais em IA, altos custos iniciais e resistência à mudança. A estratégica adopção de IA proporciona vantagem competitiva, sustentabilidade a longo prazo. Para minimizar o receio de desemprego, é importante investir na requalificação da mão-de-obra, e a colaboração entre empresas e funcionários é essencial, fornecendo programas de treinamento e desenvolvimento de habilidades. A IA cria novos empregos, em desenvolvimento, manutenção e supervisão de sistemas de IA, exigindo especialistas em IA e cientistas de dados.</p> 2024-03-31T00:00:00+00:00 Direitos de Autor (c) 2024 José Elias Machado